terça-feira, 24 de junho de 2014

, , , , , ,

Semana de Moda Masculina / Milão / Verão 2015: John Richmond

É o segundo John que me conquista de cara nessa semana de moda de Milão. John Richmond levou para a passarela modelos vestindo jaquetas college, peças teladas, moletons, camisetas estampadas com números e calças mais justas, parecidas com as do John Varvatos, sequinhas. Os looks mais formais também tiveram espaço, no verão com um toque inglês: padrão xadrez e cortes retos. Nada de tão novo, mas tudo muito amável. Up para os detalhes com pecinhas de metal que dão efeitos de vazado em algumas peças [as da última foto]. Item que amei: sneakers!







segunda-feira, 23 de junho de 2014

, , , , , , , , ,

Semana de Moda Masculina / Milão / Verão 2015: John Varvatos

Nossa Senhora! Faz tempo que não escrevo sobre semanas de moda. A culpa seria minha ou desses estilistas que não inventam nada novo? Ou talvez a culpa seja das estrelas, enfim. Chego aqui pra escrever sobre a Semana de Moda Masculina de Milão - Verão 2015. Totalmente por acaso fui ver a quantas andava esse "fexion uorld", nem sabia que a fashion week já estava rolando, dei sorte que ainda tá no comecinho (começou dia 21). No primeiro dia desfilaram Ermenegildo Zegna, Costume National Homme, Dolce & Gabbana, Andrea Pompilio, John Varvatos, Neil Barrett, Versace e Philipp Plein. Fiz questão de citar todas as grifes pra vocês terem noção de que em um dia de desfiles com grandes nomes como D&G e Versace no line-up, o que chamou minha atenção foi John Varvatos, não que este não seja um grande nome.



Eu estava é sentindo falta de escrever sobre algo que gostei de ver e John Varvatos me presenteou com essa coleção que poderia usar pro resto da vida! Não lembro a última vez que me vi nessa situação. Lógico que muitas dessas peças eu não precisaria, mas com certeza a maioria, rs. Uma nova forma de se vestir durante o dia é o que ele propõe através de novas lavagens, tecidos altamente texturizados, ternos e smokings dramaticamente [re]imaginados e calças sequinhas. Tudo isso acompanhado de um lenço esquecido por debaixo dos coletes, um charme. 


Ficou evidente a atenção do estilista aos detalhes, mas o aspecto mais notável da coleção foi a sua insistência em tentar reinventar o corte de uma jaqueta que acho que já existe. As lapelas foram decepadas, um pouco mais de comprimento foi adicionado e os bolsos foram colocados em costuras. Toque de um mestre que construiu uma clientela grande o suficiente para provar que ele está fazendo algo certo. 



FOTOS: FFW